Vontade de ti


Segurei os teus dedos
e disse : "não sei porque me perco
em cada montanha, o teu olhar"

tenho vontade de ti
do tom açucarado da tua pele
dos meus cabelos carmesin
caídos por terra
tenho vontade de ti
sentir a tua, a minha boca
nuvens roçando o horizonte...

tenho vontade de desvendar
o que os teus olhos murmuram e escrevem
escutar o que fica nos espaços das letras
o silêncio...
Tenho vontade de sentir a polpa
da tua alma presa em mim
vontade de rasgar
o verde oceanico do teu sonhar
tenho vontade de ti
aninhado no meu peito
mãos tombadas sobre o chão
tenho vontade de ti
de mim
do que seremos...

segurei os teus dedos
num misto de alegria e tristeza
segurei a medo
planicies e planicies de incerteza
povoavam a minha mente
mentiras coloridas doces
que me fazem ter vontade de ti...

Comentários

Na ímpia certeza da loucura
escorrem por entre as bocas
as letras que nunca te escrevi.

Deslizam as gotas de suor nos corpos
amassados pelas bocas
da luxúria consentida.

Percorro as ladeiras do teu corpo
com a minha língua sôfrega que lambe
as feridas da batalha dos amantes.

Devoram os olhos as intenções amalgamadas
pelos desejos percorridos,
consentidos, viciados na sedução.

Vivo apenas o que não vivo,
assassinado nas entranhas do teu desejo
feito escravo em tuas mãos peregrinas.

Mãos que percorrem os sentidos orgásticos
desse amanhã que já hoje vivemos
nesse futuro morto pelo presente.

Tenho vontade de ti
do tactear da tua boca que me percorre
e me desfaz em mil átomos.

Tenho vontade de ti
dos desenhos que as tuas garras
riscam em mim.

Tenho vontade de ti
e desse mundo inventado só para nós
nos desfiladeiros da insensatez.

Tenho vontade de cada letra
que grita por entre silêncios
nas entrelinhas dos murmúrios.

Mensagens populares